quinta-feira, 27 de abril de 2017

Galeria dos Mártires - Bety Cariño e Jyri Jaakkola

BETY CARIÑO - Mexicana
JYRI JAAKKOLA - Filandês
Mártires dos Direitos Humanos
OAXACO, MÉXICO * 27/04/2010

Memória de 7 anos de martírio.

Bety e Jyri integravam uma caravana humanitária e de monitoramento dos direitos humanos nas imediações da comunidade indígena de San Juan Copala, quando foram agredidos moralmente por um grupo paramilitar conhecido como UBISORT; o mesmo grupo que mantinha sitiada a comunidade. Estes defensores dos Direitos Humanos foram assassinados em um ataque armado à sua caravana de solidariedade.

Os assassinatos geraram indignação nacionais e internacional, quatro relatores da Organização das Nações Unidas falou juntos pela primeira vez na história do México, condenando o ataque e pedindo uma investigação eficaz para punir criminalmente os autores e mandantes. A comunidade diplomática Europeia falou também sobre a punição dos responsáveis pelos crimes.

O assassinato deles, evidencia a fragilidade e risco dos defensores e defensoras dos direitos de realizarem seu trabalho no México, bem como a necessidade urgente de adotar medidas adequadas para garantir o pleno exercício da defesa dos direitos fundamentais; e também fez visível a existência e operação de grupos de civis armados que atuam e atacam a população com a permissividade do Estado do México.

O acesso à justiça para as vítimas é um direito humano e a eficaz punição para os responsáveis por esses assassinatos é uma garantia para evitar que eventos semelhantes voltem a acontecer, mas principalmente para evitar que a impunidade seja uma constante em casos de ataques aos defensores dos direitos fundamentais.

Testemunhas do assassinato dos defensores dos direitos humanos estão sendo ameaçadas por familiares dos acusados. Parentes de um dos presos intimidaram duas mulheres que testemunharam perante o tribunal de direito. Disseram para as mulheres "se retratarem de seu testemunho, senão algo de ruim poderia acontecer".

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário