sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Galeria dos Mártires - Pe. Ernesto Barrera "Neto"

Pe. ERNESTO BARRERA “NETO”
Mártir da CEBs Salvadorenha
EL SALVADOR * 28/11/1978

Ernesto Barrera, carinhosamente conhecido como “Neto”, sacerdote de 30 anos. Foi barbaramente torturado antes de ser assassinado.

Operário da JOC primeiro, e depois sacerdote, desde 1974, totalmente dedicado à pastoral operaria. Pároco de San Sebastián, em Cuidad Delgado, trabalhou para criar consciência de classe entre os operários, dentro do projeto do Reino de Deus.

Mons. Romero se encarregou de estabelecer o diálogo com os sindicatos a partir da posição da Igreja. 

“Neto tem consciência de que trabalha numa pastoral difícil e discutível e sente necessidade de avaliar seu trabalho com seus irmãos sacerdotes e com suas comunidades... É duro com os cristãos medíocres, mas aberto com os outros...Tem grande capacidade de contagiar alegria e vive pobremente. Tudo isso o faz crescer em espiritualidade, converte-se num verdadeiro místico dentro da pastoral operária”, disseram seus companheiros sacerdotes.

Os agentes de repressão o vigiavam e ameaçavam. Segundo informação oficial sobre sua morte, houve confronto entre o exército e a guerrilha.

Porém, Mons. Romero afirma: “Se tem evidências de que o Pe. Ernesto Barrera “Neto” não morreu em um confronto armado, como disse a polícia, mas ele foi torturado e depois mortalmente baleado à queima-roupa. Acusou a polícia de seu assassinato”.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário