quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Galeria dos Mártires - José Ecelino Forero

JOSÉ ECELINO FORENO
Mártir da Fé e do Serviço
COLÔMBIA * 06/11/1988

José Ecelino Forero, Agente de Pastoral da Diocese de Socorro e San Gil, mártir da fé e do serviço na Colômbia.

Foi assassinado aos 29 anos no 06 de novembro de 1988, na aldeia de Popagá, no município de San José de Miranda, Santander.

Sua infância de camponês se passou em meio a pobreza e a violência. Seu desejo de estudar para ajudar os seus irmãos camponeses o levou a estudar no Instituto Agrícola de Zapatoca. Através das aulas práticas e teóricas, da doutrina social da Igreja e da Palavra de Deus, descobre que sua vocação é a serviço dos camponeses como Agente de Pastoral Social. Opção que fez em 1982.

Formado como um técnico agrícola vai trabalhar na região de San Joaquin e Coravachia Mogotes. É nesta região que dirige projetos inovadores, como os programas de irrigação por gotejamento, programa de diversificação da produção, empresas comunitárias, grupos pré-cooperativos. Ele também participa das atividades das paróquias, e organiza torneios desportivos.

No início de 1986 a ele é confiada à comunidade rural de San José de Miranda, em Garcia Rovira. Região tabagista muito pobre, onde novamente busca aliviar a situação econômica dos camponeses, com as técnicas já aplicadas com sucesso em outros lugares.

Foi nesta localidade que o assassinaram, certamente por ajudar os camponeses a exigirem seus direitos.
  
Os camponeses se reúnem para se despedir de seu líder, jovens e até mesmo as crianças e os idosos compareceram para o ultimo adeus. Eles não entendiam o motivo de sua morte, se não porque despertou suas consciências, e os organizou para defenderem os seus direitos.

O corpo de Jose Ecelino foi levado para San Gil, onde 20 padres, freiras e colegas lhes prometem, em nome da Secretaria de Pastoral Social, continuarem a trabalhar pela a vida e pela paz, como ele havia feito. E para descansar, finalmente, em sua terra natal, Joseph Ecelino chega a La Belleza, onde seus pais, sua namorada, seus irmãos, seus amigos de estudo e trabalho os esperavam.

Eles têm certeza de que a sua voz e seu testemunho nunca será silenciado.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir da página: http://servicioskoinonia.org/martirologio/

Nenhum comentário:

Postar um comentário