segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Martirológio Latino-americano - mês de dezembro

Dezembro

01/12/1964 – Anuarite Nengapeta, religiosa congolana (zairense), morreu mártir por se manter fiel a seu voto de castidade quando o coronel dos simbas, Pierre Olombe, queria violentá-la. África.
01/12/1975 – José Serapio Palácios, dirigente da JOC de El Palomar, Buenos Aires, sequestrado, continua desaparecido.
01/12/1981 – Diego Uribe, padre, mártir da luta de libertação de seu povo, Colômbia.
02/12/1980 – Ita Catherine Ford, Maura Clark, Dorothy Kasel, religiosas, e Jean Donovan, leiga, sequestradas, violentadas e assassinadas em El Salvador.
02/12/1990 – Camponeses mártires de Atitlán, Guatemala.
03/12/1987 – Victor Raúl Acuña, padre, Peru.
06/12/1969 – Morre João Cândido, herói da Revolta da Chibata, Brasil.
07/12/1975 – O governo militar da Indonésia invade Timor Leste, matando 60 mil pessoas em dois meses. Em 20 anos de ocupação, mais de 200 mil pessoas foram mortas, ou seja, um terço da população timorense.
07/12/1981 – Lucio Aguirre e Elpidio Cruz, hondurenhos, celebrantes da Palavra e mártires da solidariedade com os salvadorenhos refugiados.
07/12/2002 – Pe. Michel D’Annucci, missionário italiano Estigmatino, foi morto na África do Sul. Autentico amigo da África do Sul e de sua gente.
08/12/1976 – Ana Garófalo, militante da Igreja Metodista, mártir da Causa dos Pobres. Buenos Aires, Argentina.
09/12/1983 – Joilson de Jesus, menor de rua brutalmente assassinado, pisoteado até a morte por um procurador da justiça. São Paulo.
10/12/1977 – Alicia Dumont, primeira religiosa que foi viver em um bairro pobre de Buenos Aires, detida no dia 8, e Leonie Duquet, religiosas francesas, são lançadas vivas e drogadas em um rio. São dadas como desaparecidas.
10/12/1997 – Samuel Hérnán Calderón, padre que trabalhava com os camponeses em Oriente, Colômbia, é assassinado por paramilitares.
11/12/1978 – Gaspar Garcia Laviana, padre, mártir das lutas de libertação do povo da Nicarágua.
12/12/1531 – Maria aparece para o índio Juan Diego em Tepeyac, onde se cultuava Tonantzin, a “venerável Mãe”.
12/12/1981 – Massacre “El Mozote”. Durante vários dias, mais de mil camponeses salvadorenhos são torturados e assassinados pelo batalhão Atlacatí em Morazán, El Salvador.
12/12/1983 – Prudencio Mendonza, “Tencho”, seminarista, mártir da fé, em Huehuetenango, Guatemala.
15/12/1975 – Daniel Bombara, membro da JUC, mártir dos universitários comprometidos com os pobres na Argentina. Assassinado, com sinais de tortura.
16/12/1984 – Eloy Ferreira da Silva, líder sindical, em São Francisco, Minas Gerais, Brasil.
16/12/1991 – Indígenas mártires de Cauca, Colômbia.
18/12/1979 – Massacre de camponeses em Ondores, Peru.
18/12/1985 – São assassinados Paulo e José Canuto, filhos do líder sindical João Canuto, em Rio Maria, Pará, Brasil.
18/12/1992 – Manuel Campo Ruiz, religioso mariano, vítima da violência e da corrupção da policia do Rio de Janeiro, assassinado na cadeia por guardas da prisão e policiais-militares que queriam roubá-lo, quando visitava um preso. Seu corpo foi lançado a um rio e nunca encontrado.
19/12/1994 – Alfonso Stessel, 65 anos, padre de origem belga, é assassinado a facadas e tiros por um grupo ao voltar da celebração de uma capital guatemalteca.
20/12/1818 – Luis Beltrán, franciscano, “primeiro arquiteto do exercito libertador” dos Andes, Argentina. Foi um de muitos religiosos, como a maioria dos congressistas do Tucumã, que participaram das lutas de independência.
21/12/1907 – Massacre em Santa María de Iquique, Chile: 3.600 vítimas – mineiros em greve por melhores condições de vida.
21/12/1964 – Guilhermo Sardiña, padre, solidário com seu povo na luta contra a ditadura, Cuba.
22/12/1815 – José Maria Morelos, padre e herói da Independência mexicana.
22/12/1988 – Francisco “Chico Mendes”, 44 anos, líder ecologista em Xapuri, Brasil. Assassinado pelos latifundiários.
22/12/1997 – Massacre de Acteal, município de Chenalhó, Chiapas, México: grupos paramilitares ligados aos latifundiários e ao PRI massacram “As Abelhas”, grupo indígena tzotzil pacifista, reunidos em oração, em seu terceiro dia de jejum; 45 mortos e feridos, dentre eles 9 homens, 21 mulheres, 14 crianças e um bebê.
23/12/1989 – Gabriel Félix R. Maire, padre francês, assassinado em Vitória, Brasil, por causa de sua pastoral em favor dos pobres.
25/12/1652 – Alonso de Sandoval, testemunha da escravidão em Cartagena das Índias, profeta e defensor dos negros.
 27/12/1979 – Ângelo Pereira Xavier, cacique da nação pancararé, no Brasil, morto na luta de seu povo pela terra.
28/12/1977 – Massacre dos camponeses de Huacataz, Peru.
28/12/1987 – Mais de cem garimpeiros – homens, mulheres e crianças – de Serra Pelada, Marabá, Brasil, que bloqueavam a ponte do rio Tocantins, morrem atacados a tiros pela Policia Militar. Eles reivindicavam seus direitos e segurança no trabalho.
31/12/1972 – Morre em São Paulo, no 4º dia de tortura, Carlos Daniel, do PC do Brasil, sem revelar nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário