terça-feira, 1 de outubro de 2013

Martirológio Latino-americano - mês de setembro

Setembro

01/09/1971 – Julio Expósito, estudante, 19 anos, militante cristão, mártir das lutas do povo uruguaio, assassinado pela policia.
01/09/1975 – Nélio Rougier, Irmão do Evangelho, detido em Córdoba, Argentina, desaparecido.
01/09/1976 – Inés Adriana Cobo, militante da Igreja Metodista, mártir da causa dos pobres, Buenos Aires, Argentina.
01/09/1979 – Jesús Jiménez, camponês, delegado da Palavra, mártir da Boa Nova aos pobres de El Salvador, assassinado.
03/09/1976 – Ramón Pastor Bogarín, bispo, fundador da Universidade de Assunção, profeta da Igreja no Paraguai.
04/09/1984 – Andrés Jarlán, padre missionário, morto por uma bala disparada por policiais enquanto lia a Bíblia na vila La Victoria, em Santiago de Chile.
09/09/1654 – Pedro Claver, apóstolo dos escravos negors em Cartagena, Colômbia.
09/09/1990 – Hildegard Feldman, religiosa, e Ramón Rojas, catequista, mártires da fé e da assistência aos camponeses colombianos.
10/09/1984 – Policarpo Chen, delegado da Palavra de Deus, destacado catequista e fundador da cooperador de San Cristóbal, Verapaz, Guatemala, seqüestrado e torturado pelas forças de segurança federais.
10/09/2001 – Toninho, prefeito de Campinas, assassinado cruel e misteriosamente, lutador por uma sociedade mais justa, mártir da causa do povo.
11/09/1981 – Sebastiana Mendonza, indígena, catequista, mártir da fé e da solidariedade em El Quiché, Guatemala.
11/09/1988 – Mártires da Igreja de San Juan Bosco, em Porto Príncipe, Haiti.
11/09/1990 – Myrna Mack, antropóloga, assassinada por seu compromisso com os direitos humanos, na Cidade da Guatemala.
12/09/1982 – Alfonso Acevedo, catequista, mártir da fé e da assistência aos desalojados de El salvador.
12/09/1989 – Valdicio Barbosa dos Santos, sindicalista rural de Pedro Canário (ES), Brasil.
12/09/1997 – Steve Biko e os mártires sul africanos, assassinados por lutar contra o apartheid e defender os negros do Sul da África.
13/09/1589 – Rebelião sangrenta dos mapuches no Chile.
14/09/1973 – Miguel Woodward, padre chileno, mártir dos operários de Valparaiso, assassinado após o golpe militar de 1973.
14/09/1991 – Alfredo Aguirre e Fortunato Collazos, mártires da devoção a seus irmãos de San Juan de Lurigancho, Peru.
15/09/1842 – Fuzilado Francisco Morazán, unionista centro-americano, em São José da Costa Rica.
15/09/1973 – Arturo Hillerns, médico, mártir da assistência aos pobres mo Chile.
15/09/1974 – Antonio Llidó, padre espanhol, desaparecido, mártir nas prisões do Chile.
15/09/1981 – Pedro Pío Cortés, indígena achi, catequista, delegado da Palavra, em Rabinal, Baja Verapaz, Guatemala.
16/09/1983 – Guadalupe Carney, jesuíta de origem estadunidense, acompanhando a luta de seu povo hondurenho.
17/09/1645 – Juan Macías, irmão leigo dominicano, confessor da fé e servidor dos pobres no Peru colonial.
17/09/1980 – Morre em acidente de avião Augusto Cotto, batista salvadorenho, envolvido nas lutas populares.
17/09/1981 – John David Troyer, missionário menonita estadunidense, mártir da justiça na Guatemala.
17/09/1982 – Alirio, Carlos e Fabián Buitrago, Giraldo Ramírez e Marcos Marín, camponeses, catequistas da paróquia de Cocorná, Colômbia, assassinados.
17/09/1983 – Julián Bac, celebrante da Palavra, e Guadalupe Lara, catequista, mártires na Guatemala.
19/09/1973 – Juan Alsina, padre missionário espanhol, assassinado pela polícia de Pinochet, mártir do povo chileno.
19/09/1986 – Charlot Jacqueline e companheiros, militantes e alfabetizadores, mártires da educação libertadora para seu povo haitiano.
20/09/1976 – Assassinado em Washington o ex-chanceler do regime popular de Allende, Orlando Letelier. Depois de quase 20 anos é declarado culpado o diretor da DINA, general Manuel Contreras.
20/09/1978 – Padre Francisco Luis Espinosa e companheiros mártires em Estelí, Nicarágua.
20/09/1979 – Apolinar Serrano, José López, Félix Salas e Patrícia Puertas, camponeses e dirigentes sindicais mártires em El Salvador.
22/09/1977 – Eugênio Lyra Silva, advogado da Federação dos Trabalhadores da Agricultura, mártir da justiça no Brasil.
23/09/1830 – Morre no Paraguai, aos 86 anos, José Gervasio Artigas, pai da nação uruguaia, em exílio de 30 anos.
23/09/1905 – Morre Francisco de Paula Victor, padre negro, considerado um grande santo. A comunidade negra luta pela sua canonização.
23/09/1973 – Morre Pablo Neruda.
23/09/1989 – Henry Bello Ovalle, militante, mártir da solidariedade com a juventude de seu bairro, em Bogotá, Colômbia.
23/09/1993 – Sergio Rodríguez, operário e universitário, mártir da luta pela justiça na Venezuela.
24/09/1553 – Caupolicán, líder mapuche, é executado.
24/09/1976 – Marlene Kegler, estudante e operário, mártir da fé e do serviço entre os universitários de La Plata, Argentina.
25/09/1849 – Foi enforcado Lucas da Feira, escravo negro fugitivo, chefe dos sertanejos, Brasil.
26/09/1974 – Lázaro Condo e Cristóbal Pajuña, camponeses mártires do povo equatoriano, líderes cristãos de suas comunidades na luta pela reforma agrária, assassinados em Riobamba, Equador.
27/09/1979 – Guido León dos Santos, herói da classe operária, morto pela repressão policial em Minas, Brasil.
27/09/1990 – Irmã Agustina Rivas, religiosa do Bom Pastor, mártir em La Florida, Peru.
28/09/1990 – Pedro Martínez e Jorge Euceda, militantes e jornalistas, mártires da verdade em El Salvador.
30/09/1655 – Coranilla e companheiros, caciques indígenas, mártires da libertação de seus irmãos na Argentina.
30/09/1974 – General Carlos Prats e sua esposa. Assassinados com a explosão de uma bomba em seu carro, em Buenos Aires, Argentina, para onde fugiram da ditadura de Pinichet. Iniciava-se a Operação Condor, idealizada por Pinochet, de coordenação entre os militares chilenos, argentinos, uruguaios, brasileiros, bolivianos e paraguaios para assassinar os líderes populares.
30/09/1981 – Honorio Alejandro Núñez, celebrante da Palavra e seminarista, mártir das lutas do povo hondurenho.
30/09/1991 – Vicente Matute e Francisco Guevara, indígenas mártires da luta pela terra, Honduras.
30/09/1991 – José Luis Cerrón, universitário, mártir da solidariedade entre os jovens e os pobres de Huancayo, Peru.

30/09/1995 – Dois padres Xaverianos; Aldo Marcrchiol, Ottorino Maule e a leiga Catina Guberle, missionários italianos, foram assassinados por três soldados burundense, na residensia paroquial da diocese de Bururi, no Burundi, África Central.

Nenhum comentário:

Postar um comentário